domingo, 14 de julho de 2013

Tipos de Tensão

Diz-se que é o tensor que abre a fechadura e não as gazuas. Elas servem para levar os pinos ao sítio, mas o segredo está na Tensão.

Concordo a 100%.

O tensor é a ferramenta mais importante de qualquer set de Lockpicking. Deve ter-se sempre uma boa selecção de tensores para as mais variadas situações.

Vou-vos falar de alguns tipos:

Tensor regular:
O mais básico tensor de todos. É suficientemente bom para a grande maioria das situações. É o primeiro tensor de quase qualquer conjunto de Lockpicking.

Tensor Twistflex:
Com uma dobra de 90º, este tensor absorve parte da força utilizada, permitindo uma tensão mais leve.

Tensor Feather Touch:
O mesmo que o anterior, mais ainda mais extremo.

Tensor Circular Regular:
Para locais onde não existe espaço de manobra para colocar um tensor normal. Permite ter mais espaço para a gazua dentro da fechadura.

Tensor Circular com Mola:
O mesmo que o anterior, mas tendo a mola, realiza o mesmo efeito dos Tensores Twist Flex. Utilização deles pode ser vista aqui: http://www.youtube.com/watch?v=1ObJmT4OWhc

Tensor Wishbone:
Com o aspecto de uma pinça, este tensor permite realizar uma tensão mais uniforme na fechadura (tal como os circulares), pois é aplicado nos dois lados da mesma. Existem muitas variações deste tensor (nomeadamente tamanhos), mas todos funcionam da mesma forma.

Pry Bars, a elite:
Os mais usados, famosos e versáteis tensores. Utilizam-se de uma forma diferente do tradicional, tal como vou explicar de seguida.

TOK vs. BOK:
Dentro da comunidade Lockpicker, existe um conceito muito falado e, de um modo geral, universalmente aceite, que é as vantagens da Tensão TOK.

Para descomplicar, TOK significa Top Of Keyway Tension (tensão no topo da fechadura) e BOK significa Bottom Of Keyway Tension (tensão na base da fechadura).
Quando se fala em topo ou base, não é necessariamente em cima ou em baixo, pois isso depende da orientação em que a fechadura está instalada. Topo refere-se ao local onde estão os pinos.

Vejam o exemplo:
No cadeado da esquerda, os pinos estão em cima, logo TOK é em cima e BOK em baixo.
No cadeado da direita, os pinos estão em baixo, logo inverte, TOK é em baixo e BOK em cima.
Isto tem haver com o sentido como inserem a chave na fechadura, no cadeado da esquerda é com os "dentes" virados para cima e no da direita, para baixo

De um modo geral, na Europa utilizam-se as fechaduras orientadas com os pinos para baixo, tal como o cadeado da direita (modelo Europeu). Nos Estados Unidos é o inverso, os pinos estão para cima tal como no cadeado da esquerda (modelo Americano).

Voltando ao TOK:
Antes de mais explicações, fica um vídeo da forma correcta de utilizar Tensão TOK, caso ainda não tenham visto:

Quais são as vantagens?
1. A primeira, e mais notória vantagem, é a quantidade de espaço que fica dentro da fechadura para movimentarmos as ferramentas lá dentro.
Quando se utiliza um tensor BOK, estamos a ocupar espaço precioso dentro da fechadura que poderia ser utilizado para mais facilmente movimentar o pick. Existem situações em que isso dá jeito, nomeadamente nas fechaduras com "demasiado" espaço, em que utilizamos o tensor como alavanca para levantar os pinos. Mas de um modo geral o TOK é vantajoso.

2. De seguida, o feedback. O feedback melhora exponencialmente quando se utiliza Tensão TOK. A razão disto é que o tensor está muito mais próximo da sheerline. Toda e qualquer movimentação na mesma é logo transmitida ao tensor, sem se "perder" ou espalhar pelas paredes da plug.

3. Por fim, esta é um pouco mais complicada, mas muito importante. Reduz o "ruído" e Binds não desejados na plug. Bind significa restringir, prender... O que acontece é que muitas fechaduras têm tolerâncias chatas, e a plug não está bem justa no corpo delas. A rotação não é uniforme, e um tensor normal faz com que ela se desloque também lateralmente em vez de rotacionalmente:


Isto leva a que o feedback não seja claro. Já me aconteceu ter aberto a fechadura sem me aperceber, pois a tensão lateral não permitia que ela rodasse.


Existem vários Tensores TOK, sendo os mais conhecidos as Pry-Bars. Conheço 2 sítios que as vendem: Technical Entry (TE) e Peterson International. Eu tenho um par das TE. Conheço quem tenha ambas e as opiniões são universais: São óptimas!
A Peterson também tem mais Tensores TOK, basta procurar no site deles. Servem o seu propósito e funcionam muito bem. No entanto não se sobressaem tanto como as Pry-Bar.

As Pry-Bars têm duas espessuras: 1.0 e 1.2mm. Têm um lado mais comprido que o outro para fechaduras que estejam instaladas mais "fundo". E têm recortes na ponta para agarrar melhor à fechadura sem escorregar. Aqui está em detalhe:

Notem os recortes na parte que "agarra" a fechadura.

Cá na Europa temos muitas fechaduras restritas, pelo que tive que construir um tensor que coubesse nelas:
Também este tensor tem uma ponta um pouco mais comprida que a outra.
Aqui está um exemplo dele a ser utilizado numa fechadura SUPER restrita:


A não esquecer: Tenham sempre um bom conjunto de tensores, eles são bem mais importantes que os picks. Aqui estão os meus:
Cliquem na imagem para aumentar
Da esquerda para a direita:
  1. 2 TE Pry-bars;
  2. 2 Tensores regulares (um deles é mais fino que o outro, para keyways pequenas);
  3. 2 Tensores de 2 pontas (o primeiro tem um tamanho muito comum em fechaduras de pontos, o segundo é muito útil para certos tipos de cadeados);
  4. Tensor TOK
  5. Os 2 tensores da direita são para fechaduras tubulares e outros tipos que falarei mais para a frente;
  6. O de baixo é para Keyways gigantes, tais como de alguns automóveis.

Este conjunto nem é nada de especial. Mas eu aprendi a filtrar e apenas coloco no meu set o que utilizo.


No futuro, irei ensinar a fazer os vossos próprios tensores. É simples =)
Comentários
0 Comentários

Sem comentários:

Publicar um comentário